MEC pede mobilização da sociedade para atingir metas

Portal Terra

BRASÍLIA - O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou que não há outro caminho para atingir as metas do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE) senão pela transparência, responsabilização dos agentes públicos e intensa mobilização da sociedade. A declaração foi feita no Encontro dos Prefeitos, que vieram a Brasília celebrar o primeiro ano do plano e firmar convênios com o Ministério da Educação (MEC).

- O dia de hoje simboliza esse caminho, com alinhamento das ações da União, dos Estados e dos municípios - disse. Dos 5.563 municípios brasileiros, apenas 118 ainda não aderiram ao plano de metas Compromisso Todos pela Educação.

- Vamos buscar esses prefeitos em casa se for preciso - disse o ministro, relembrando a Caravana da Educação, que visitou todos os Estados brasileiros para garantir que governadores e prefeitos fizessem a adesão.

A idéia da visita surgiu após a divulgação do índice de desenvolvimento da educação básica (Ideb) de 2005, quando os dirigentes do MEC perceberam que os municípios com os mais baixos indicadores eram os que menos buscavam apoio do ministério.

No próximo mês, será divulgado o Ideb referente a 2007. Haddad acredita que a divulgação dos indicadores vai provocar uma discussão importante em cada cidade e escola. - Mas não podemos tentar justificar o motivo pelo qual foi bom ou ruim. Temos que nos debruçar sobre as causas e pensar no que fazer para melhorar, mesmo se tiver sido bom - disse.

O ministro lembrou que este é um ano eleitoral. Por isso, segundo ele, os convênios firmados com as prefeituras pelo PDE são plurianuais, para que tenham continuidade.

- Temos que selar um pacto entre nós mesmos e com os próximos gestores, para que nenhuma ação seja descontinuada. Divergências podem ocorrer em outras áreas, mas não na educação - frisou. As metas do PDE vão até 2022, ano do bicentenário da independência brasileira.

No Encontro dos Prefeitos, que ocorre no Brasília Alvorada Park, os gestores dispõem de estandes para firmar os convênios com os programas do MEC - como o Proinfância, de construção de creches, e o Caminho da Escola, de aquisição de ônibus escolares - e salas de atendimento para sanar dúvidas.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais