Lula discute participação de integrantes do governo nas eleições

JB Online

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva começou hoje, na reunião de coordenação política, a discutir com ministros o comportamento do governo no período que antecede a eleição municipal deste ano.

Um encontro com a participação de todos os ministros será convocado para ampliar os debates e traçar os parâmetros de participação nas eleições.

- Precisamos entender que ministros, deputados e senadores têm participação nos seus Estados - disse o ministro de Relações Institucionais, José Múcio.

O aumento da inflação também foi discutido, segundo Múcio. Hoje, durante o programa semanal de rádio Café com o Presidente, Lula afirmou que o governo vai fazer o esforço necessário para controlar a inflação, mas que essa é obrigação de todo brasileiro.

- Todos precisam se preocupar com a inflação, porque ele é um mal muito grande para o país e para as pessoas que vivem de salário - afirmou o presidente em seu programa de rádio.

Mas o principal assunto da reunião de coordenação política foi a criação de um imposto para compensar a perda de arrecadação com a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) e suprir os gastos que serão criados caso seja regulamentada pelo Congresso Nacional a Emenda 29.

O governo rejeitou a idéia de criar o novo imposto e passou para o Congresso Nacional a responsabilidade de viabilizar as fontes de recursos para o cumprimento da Emenda 29, que prevê que o governo federal invista em saúde R$ 20 bilhões até 2010. Do contrário, segundo José Múcio, a emenda pode ser vetada pelo governo.

Com informações da Agência Brasil

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais