Vítimas de vôo da TAM são homenageadas em Porto Alegre

Portal Terra

SÃO PAULO - As vítimas do vôo 3054 da TAM, que atravessou a pista do Aeroporto de Congonhas e se chocou contra o prédio da TAM Express, em julho de 2007, foram homenageadas neste domingo, na cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, com o plantio de 199 mudas de árvores.

O evento fez parte no 9º Encontro das Famílias das Vítimas do Vôo TAM. O plantio das árvores foi um pedido das famílias e teve o apoio da prefeitura, através da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

A homenagem contou presença do prefeito de Porto Alegre, José Fogaça, da primeira-dama da cidade, Isabela Fogaça, do presidente da Câmara de Vereadores, Sebastião Melo, acompanhado do vereador Beto Moesch, do secretário municipal de Meio Ambiente, Miguel Wedy, além de diversos outros convidados e familiares das vítimas da tragédia aérea.

As 199 mudas das espécies ipê-roxo, ipê-branco, pau-brasil e aroeia-salso foram plantadas em frente ao Aeroporto Salgado Filho e ao longo da Avenida Severo Dullius, que margeia o aeroporto.

Durante a solenidade, os familiares das quatro vítimas não identificadas plantaram dois ipês-roxo e dois paus-brasil, simbolizando os gaúchos Ivalino Bonato e Andrei François de Mello, a comissária de bordo da TAM, Michelle Leite, e o bebê Levi Ponce de Leão, de Manaus, que não tiveram os restos mortais localizados. Na rotatória foi colocada uma placa de granito alusiva à homenagem a todas as vítimas.

Além do plantio das mudas, durante esta semana tramitará na Câmara de Vereadores de Porto Alegre um projeto de lei de autoria do vereador Beto Moesch, denominando a rótula do Aeroporto Salgado Filho com o nome de "Largo da Vida".

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais