AM: preso condutor de barco que naufragou e matou 48

Arnoldo Santos , Portal Terra

MANAUS - Luís Sales da Silva, condutor do barco Comandante Sales, que naufragou no último dia 4 de maio, foi preso preventivamente. De acordo com o Instituto Médico Legal (IML) de Manaus, o acidente matou ao menos 48 pessoas. A prisão preventiva foi pedida pelo juiz Luís Cláudio Cabral Chaves, da Comarca de Manacapuru (AM).

O condutor é acusado de ter fugido para Manaus logo depois do naufrágio. Além da prisão de Silva, o juiz criticou em sua decisão a falta de fiscalização dos órgãos competentes e a irresponsabilidade dos proprietários das embarcações.

Segundo a decisão, a "prisão preventiva se faz necessária porque a fuga e a ocultação do representado caracterizam a intenção de frustrar a aplicação da lei penal".

O pedido foi feito pelo delegado de Manacapuru, Otávio Rodrigues, que preside o inquérito que apura o acidente. Não existe posto de fiscalização da Capitania dos Portos (Marinha) em Mancapuru, terceiro maior município do Amazonas.

As buscas por vítimas encerram no último domingo. O barco Comandante Sales voltava de uma festa no interior de Manacapuru com lotação acima da capacidade máxima de 50 pessoas (pelo menos 100 pessoas, segundo a Polícia Civil).

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais