Marina Silva dá coletiva para explicar pedido de demissão

JB Online

BRASÍLIA - A ex-ministra do Meio ambiente Marina Silva dá entrevista coletiva para explicar o seu pedido de demissão do cargo. Marina disse que não falou antes à imprensa em respeito ao presidente Lula, que deveria se pronunciar antes e pela expectativa de saber quem seria o sucessor no ministério. - Agora, já falo com vocês como senadora pelo Estado do Acre - disse.

Segundo Marina, o Brasil é uma potência ambiental e tem que fazer jus à potência que é.

- Durante esses cinco anos, quatro meses e 14 dias, tenho que agradecer à minha equipe. Conseguimos resultados que no meu entendimento são altamente relevantes e significativos - afirmou a ex-ministra.

Marina Silva disse ainda que a agenda ambiental se "coloca nesse século como algo irreversível, da qual não podemos nos esquivar".

- Não há dúvidas de que foram criados 27 hectares de unidades de preservação. Isso é um avanço significativo - afirmou a senadora.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais