Diário Oficial publica exoneração de secretário da Casa Civil

Agência Brasil

BRASÍLIA - O secretário de Controle Interno da Casa Civil, José Aparecido Nunes Pires, apontado com o principal suspeito do vazamento de informações sobre gastos sigilosos do governo Fernando Henrique Cardoso, foi exonerado hoje do cargo.

De acordo com o Diário Oficial da União na Portaria n.º 330, o desligamento se deu a pedido do próprio servidor. Com a exoneração, Aparecido voltará para o TCU, onde é funcionário de carreira.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais