Médicos são denunciados de receitar emagrecedor no Paraná

Portal Terra

CURITIBA - Doze médicos de Londrina, no Paraná, foram denunciados pelo Ministério Público por tráfico de drogas. De acordo com a acusação, eles teriam receitados medicamentos proibidos para uso emagrecedor a cerca de 200 mulheres, entre 2005 e 2006.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo,o promotor disse que pacientes de baixo poder aquisitivo pagavam até R$ 50 por consulta para obter receitas de anfetaminas como Anfepramona e Femproporex que são considerados anorexígenos. Esses medicamentos podem causar alterações nervosas e cardíacas, além de má formação fetal.

Segundo o promotor Paulo Tavares, responsável por oferecer a denúncia, o Código Penal permite enquadrar os médicos como traficantes.

- O código não define quais as drogas que caracterizam o crime. Portanto, aqueles que prescrevem remédios que podem causar dependência física ou psíquica também são denunciados na prática de tráfico de drogas - afirmou.