BNDES abre edital para apoio a projetos de preservação de acervos

Agência Brasil

BRASÍLIA - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) abriu inscrições para o edital de Seleção Pública de Projetos de Preservação de Acervos de 2008.

A chefe do Departamento de Cultura e Serviços do BNDES, Luciane Gorgulho, disse que nessa edição do edital a dotação usual de R$ 6 milhões por ano foi ampliada para R$ 8 milhões. Isso significa que os projetos selecionados vão receber maior volume de recursos.

Os tipos de acervo que podem concorrer ao edital são arquivísticos, bibliográficos e museológicos.

- O objetivo do projeto pode ser para catalogação, higienização e acondicionamento, restauração de acervos raros, gerenciamento ambiental, instalação de sistemas de segurança ou investimentos em infra-estrutura - explicou Gorgulho.

No ano passado, o edital de acervos do BNDES recebeu 213 projetos, dos quais foram aprovados 28. Do total de projetos inscritos, 52% eram oriundos do Sudeste, 24% do Nordeste, 15% do Sul, 6% do Norte e 3% do Centro-Oeste. Este ano, a expectativa da chefe do Departamento de Cultura do BNDES é de que sejam aprovados até 25 projetos, com a possibilidade de teto maior para cada um. No ano passado, o teto era de até R$ 500 mil e este ano está sendo ampliado para R$ 800 mil.

Desde outubro de 2004, quando foi criado o Programa de Apoio a Projetos de Preservação de Acervos, até agora, R$ 16,4 milhões já foram aplicados pelo BNDES em três editais, beneficiando 97 diferentes projetos. Luciane Gorgulho disse que as inscrições se estenderão até o dia 6 de junho próximo.