Investigador leva inquérito do caso Isabella a fórum

Portal Terra

SÃO PAULO - Por volta das 10h, um investigador, cujo nome não foi divulgado, saiu do 9º Distrito Policial com o inquérito do caso da morte da menina Isabella Nardoni, concluído para entregar no cartório do Fórum de Santana, que, em seguida, entregará o documento ao Ministério Público.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que a delegada Renata Pontes terminou o inquérito sobre a morte ontem. O inquérito tem aproximadamente 1,1 mil páginas, em seis volumes, segundo a SSP.

Após receber o inquérito, o promotor Francisco Cembranelli, responsável pelo caso, tem um prazo de 15 dias para anunciar se o pai e a madrasta de Isabella serão denunciados. Entretanto, o promotor disse que vai analisar o documento durante o feriado prolongado do Dia do Trabalho e que deve ter uma decisão sobre a denúncia no início da semana que vem.

Isabella Nardoni, 5 anos, foi encontrada ferida, no sábado, dia 29 de março, no jardim do prédio onde moram o pai, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Trotta Peixoto Jatobá, na zona norte de São Paulo. Segundo os Bombeiros, a menina chegou a ser socorrida e levada ao Pronto-Socorro da Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta da 0h.