Sete jacarés albinos nascem em zôo do Mato Grosso

Portal Terra

CUIABÁ - Sete jacarés com 100% de albinismo nasceram no zoológico da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), no campus de Cuiabá. Além deles, nasceram 17 com 70% de grau de albinismo. Os animais foram descobertos pelos funcionários do zoológico na segunda-feira e hoje a notícia foi divulgado para a imprensa.

No dia 2 de janeiro foram furtados sete filhotes de jacarés com 100% de albinismo. Cada animal no mercado negro, segundo informações do zoológico custa em torno de R$ 30 mil. A Policia Federal investiga o furto, mas ainda não chegou a nenhuma conclusão.

Devido ao furto a atenção está redobrada no zoológico, os animais foram colocados dentro de um tambor, numa área gradeada e com segurança armado.

- Eles estão próximos da administração, numa área gradeada e com cadeado. Além disso, temos segurança armado dentro do zoológico - disse o gerente do zoológico, Luis Carlos de Sá Neves.

Neves comentou que até o momento não tem nenhuma notícia da Policia Federal sobre o sumiço dos filhotes ocorrido em janeiro. Por serem animais raros, o jacaré albino tem um valor alto.

O gerente do zoológico ao ser questionado se pretende vender os animais ou fazer troca por outros, disse que no momento não.

- Depois desse rebuliço todo pretendemos esperar um pouco, mas pensamos em fazer permuta porque é uma forma de melhorar a infra-estrutura do zôo. O poder de troca deles é alto - disse o gerente do zoológico da UFMT, Luis Carlos de Sá Neves.