Lula: 'Dilma é a mãe, a avó e a tia do PAC'

Portal Terra

BELO HORIZONTE - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou hoje, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, durante a liberação de R$ 140 milhões em recursos para obras do Programas de Aceleração do Crescimento (PAC) ao município, que o programa não é eleitoreiro. Também voltou a dizer que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, é a mãe do PAC e completou: 'Dilma é a mãe, a avó e a tia do PAC'.

O presidente também disse que a oposição reclama do PAC, mas só aparece em municípios carentes como Ribeirão das Neves em época de eleição. Também anunciou a criação de uma escola técnica para o município.

Ao longo de todo o discurso, o presidente reclamou de fortes dores no pescoço. Ele começou a sentir as dores durante um evento popular na Vila São José, região noroeste de Belo Horizonte, e chegou a ser atendido por médicos. Em função do torcicolo, Lula decidiu voltar para Brasília logo após o evento