Cabrini deixa a prisão em São Paulo

Portal Terra

SÃO PAULO - O jornalista Roberto Cabrini deixou na noite de hoje o 13º Distrito Policial, em São Paulo, onde estava preso após ter sido pego com 10 papelotes de cocaína na última terça-feira. Cabrini saiu pela porta da frente da delegacia, por volta das 20h30, acompanhado de seu advogado Alberto Zacharias Toron.

- Eu só gostaria de agradecer o carinho de todo mundo e dizer que vou continuar fazendo o meu trabalho com toda a coragem de sempre. Depois eu vou dar declarações detalhadas com mais calma - disse Cabrini.

Ao ser questionado se Nadir Dias, mulher que estava com ele no momento da prisão e testemunhou contra ele, era uma fonte, ele respondeu que "era apenas uma fonte".

- No inquérito vai ficar muito claro o papel que pertence a Nadir. Ele (Cabrini) ficou muito feliz que a Justiça não tenha considerado ele um traficante e disse que foi muito bem tratado na carceragem - afirmou o advogado do jornalista.

Cabrini, repórter da Rede Record foi detido com cocaína por volta das 18h da última terça-feira na saída de uma favela na região sul de São Paulo após uma abordagem policial. A prisão por tráfico de drogas não foi baseada na quantidade da droga, mais de 10 gramas, e sim no fato de estar dividida em papelotes.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais