MST ocupa órgãos do estado do RS

JB Online

RIO - Por conta dos protestos realizados em 8 estados e no Distrito Federal ao longo da manhã desta quarta-feira, os prédios da Secretaria Estadual da Agricultura e do Ministério da Fazenda foram ocupados por trabalhadores rurais Sem Terra, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

As ocupações fazem parte da Jornada Nacional de luta por Reforma Agrária, iniciada no estado na segunda-feira (14/4) com a ocupação da Fazenda Southall, em São Gabriel.

No total, 800 trabalhadores Sem Terra ocupam o prédio do Ministério da Fazenda, localizado na Avenida Loureiro da Silva, e mais 350 trabalhadores estão na ocupação da Secretaria da Agricultura, na Avenida Getúlio Vargas.

Além do assentamento de todas as famílias acampadas, os trabalhadores Sem Terra reivindicam um novo crédito para assentados da Reforma Agrária e maior agilidade na realização do programa de moradia rural pela Caixa Econômica Federal.

Os trabalhadores rurais também exigem um programa de Reforma Agrária do governo do estado do Rio Grande do Sul. Com a extinção do Gabinete de Reforma Agrária, não há um órgão responsável pela situação das 5 mil famílias assentadas em assentamentos do governo estadual.