MST ocupa latifúndio em Goiás

JB Online

RIO - O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) informou nesta quarta-feira, que trabalhadores rurais invadiram nesta quarta-feira uma fazenda do deputado federal Clodovil (PR-SP), dono da empresa de transporte Marly. A Fazenda Rio Vermelho 20, localizada na estrada Alviverde, fica no município de Crixás, em Goiás.

Ainda de acordo com o movimento, 180 famílias fizeram um protesto na BR-153, que liga a região Norte com a região Centro-Oeste (Belém-Brasília), próximo ao município de Porongatú.

A Justiça não levou em consideração que a área da fazenda Mata Rica, em Edealina, em Goiás, ocupada desde sábado, é grilada e determinou a reintegração de posse. As 250 famílias do MST que fizeram a ocupação reivindicam que os 2 mil hectares se tornem um assentamento.

O Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) não cumpriu a promessa de abrir processo para vistoriar a área.

As ocupações fazem parte do "Abril Vermelho", movimento que lembra os 12 anos do massacre de Eldorado do Carajás, quando 19 pessoas foram mortas em confronto com a Polícia Militar do Pará. Os sem-terra também cobram o assentamento de 150 mil famílias acampadas no país e investimentos públicos em assentamentos.