Cartão é usado em bar de striptease por "equívoco"

Portal Terra

BRASÍLIA - O fiscal da Superintendência da Agricultura e Abastecimento na Bahia, Jorge Pinheiro, usou o cartão corporativo para pagar uma conta de R$ 148 em uma casa norturna em Salvador, na Bahia, chamada Tchê Bar Nicght Club no dia 10 de março de 2005. De acordo com vizinhos, o local realiza shows de striptease.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, o fiscal informou, por telefone, que cometeu um "equívoco", mas que devolveu o dinheiro. "Por equívoco, eu utilizei o cartão, que não era para ser usado porque não estava viajando. Usei de forma equivocada porque ele (o cartão) é totalmente igual ao meu cartão particular", disse. O fiscal atribuiu "equívoco" à iluminação do local.

- Como o local tem problema de iluminação, usei por engano - afirmou.