Funcionários dos Correios de SP decidem acabar com a greve

JB Online

RIO - Os funcionários dos Correios de São Paulo decidiram depois de assembléia realizada na tarde desta quinta-feira acabar com a greve no Estado. Os trabalhadores reivindicam o cumprimento de um acordo assinado em novembro de 2007 pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, e pelo presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio.

O termo de compromisso prevê o pagamento a partir de março deste ano, do adicional de risco aos carteiros, no valor de 30% do salário-base. Na última semana a empresa resolveu suspender o pagamento, que foi pago durante três meses.

Os Funcionários dos Correios de Brasília voltaram a trabalhar nesta quinta-feira. Nos três dias de greve 33 milhões de correspondências não foram entregues, o que equivale em média a um dia de trabalho, segundo a assessoria da de imprensa da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).