SP oferece ajuda para combate à dengue no Rio

JB Online

SÃO PAULO - O Governo do Estado de São Paulo vai ajudar no combate à dengue no Rio de Janeiro, informou o governador José Serra nesta quarta-feira. O Estado disponibilizou 100 mil exames e pelo menos 200 leitos em três hospitais estaduais. Além disso, o governo vai mobilizar instituições de saúde para que enviem médicos pediatras ao Rio de Janeiro para auxiliar no diagnóstico das vítimas.

- Estamos conversando com as principais instituições médicas do Estado para que eles ajudem na mobilização de médicos pediatras, que possam prestar ajuda no Rio de Janeiro - garantiu Serra. A definição de quantos profissionais da rede paulista pode ser enviado para o Estado vizinho será feita ainda nesta quarta-feira, após reunião entre Serra e diretores de hospitais. O governador assegurou que os médicos que participarem da força-tarefa não terão desconto em seus vencimentos.

- Pelo contrário, ainda receberão dupla jornada - explicou Serra.

Além disso, a Secretaria Estadual da Saúde disponibilizou 100 mil exames e pelo menos 200 leitos em três hospitais estaduais: Emílio Ribas, Candido Fontoura e Darcy Vargas. Segundo o secretário da Saúde, Luiz Roberta Barradas, o governo paulista estima gastar R$ 3 milhões somente com os exames de detecção. Barradas disse que as coletas de sangue seriam feitas em solo fluminense e posteriormente encaminhadas para análise em São Paulo.

- O resultado nós iremos enviar por meio da internet de forma mais rápida - informou o secretário.

Em 2008, o Estado conseguiu reduzir em 97,1% o número de casos de dengue no primeiro trimestre em comparação com o mesmo período do ano passado. Balanço da Secretaria Estadual da Saúde aponta que de janeiro a março de 2008 foram confirmados 1.297 casos da doença no Estado. No mesmo período de 2007 houve 44.760 casos.

Além da queda de número de casos, em 2008 um número menor de municípios registrou casos da doença. Foram 124 municípios neste ano contra 291 no mesmo período de 2007.

Com informações do site do Governo de São Paulo.