Pedida prisão temporária de pai e madrasta de Isabella

Portal Terra

SÃO PAULO - O Tribunal do Júri de São Paulo pediu na tarde desta terça-feira a prisão temporária do pai e da madrasta da menina Isabella Oliveira Nardoni, 5 anos. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do tribunal.

Isabella caiu do 6º andar de um prédio na Zona Norte de São Paulo, por volta das 23h30 do último sábado.

Segundo os Bombeiros, Isabella chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta da 0h. Informações preliminares de peritos apontam que a criança estava viva quando atingiu o chão. A Polícia Civil descartou a possibilidade de acidente na morte de Isabella e disse que ela foi jogada.

O delegado responsável pelo inquérito, Calixto Calil Filho, ouviu na manhã de hoje a mãe biológica da menina, Ana Carolina Cunha de Oliveira, 23 anos, por cerca de 3 horas. Depois de ouvir a mãe, o delegado se dirigiu ao Fórum Criminal de Santana, na Zona Norte de São Paulo.