PB: chuvas deixam 14 mortos e 4,5 mil desalojados

Portal Terra

JOÃO PESSOA - As chuvas que atingem a Paraíba já deixaram um saldo de 14 mortos, 4.585 desalojados e quase 1,5 mil desabrigados. A Força Tarefa formada por 30 órgãos não pára os trabalhos de assistência e reparo dos estragos, mas a preocupação das autoridades tem sido crescente, pois não pára de chover no interior do Estado.

De acordo com o secretário executivo de Infra-Estrutura do Estado, Guaraí Martins, os municípios mais atingidos ficam no Sertão, como Sousa, Aparecida, São João do Rio do Peixe e Nazarezinho. Já são 160 casas destruídas.

Martins explicou que muitas pessoas tiveram que deixar suas residências e se alojaram em casas de parentes.

- Já são mais de 4,5 mil desalojados e 1.455 desabrigados - disse.

A Paraíba tem problemas também nos acessos aos municípios. Os estragos já atingem 9.661 km de estradas vicinais. Dezessete rodovias estaduais também estão em estado precário.

Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa-PB) divulgou boletim na terça-feira informando que 55 dos 123 açudes monitorados estão transbordando. O último foi o de Lagoa do Arroz, em Cajazeiras, no Sertão. Mais quatro reservatórios estão com volume total acima dos 90% e podem transbordar a qualquer momento.

Imprudência

O secretário executivo de Infra-Estrutura disse que 14 pessoas já morreram desde que as chuvas começaram na Paraíba. "A maioria morreu por imprudência", sentencia Guaraí Martins, se referindo ao hábito das pessoas em tomar banho nos açudes e reservatórios que transbordam, ignorando a correnteza.

Foi o caso dos seis jovens do município de Itabaiana que morreram no último sábado, quando brincavam num tronco de árvore na barragem de Campo Grande que desemboca no rio Paraíba. O Corpo de Bombeiros encontrou na terça-feira os últimos dois corpos. Pela manhã, foi achado o corpo de Gilmar Dias, 14 anos, e o de José Carlos da Silva, 21 anos, à tarde. O corpo de Silva estava em estado avançado de decomposição, distante 6 km do local da tragédia.