Anac reduz índice de atraso de vôo para 45 minutos

JB Online

RIO - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) passou a utilizar, desde terça-feira, um novo referencial para atrasos de vôos regulares. Em lugar de 60 minutos, referencial utilizado desde o ano passado pelo setor, a Anac passa a considerar o prazo de 45 minutos como indicador de atraso de um vôo.

A partir de 1º de maio esse referencial será novamente reduzido, para 30 minutos, de acordo com a Anac que informou por nota. A Infraero já adotou o novo referencial de 45 minutos nos dados que divulga diariamente sobre atrasos de vôos por aeroporto e por companhia aérea, em sua página na Internet (www.infraero.gov.br).

O referencial de atrasos é um indicador para a Anac avaliar a performance do setor em um dos pontos mais relevantes para os usuários do serviço aéreo, que é a falta de pontualidade. Como as estatísticas vêm caindo gradativamente desde o final de 2007, e, conseqüentemente, os atrasos de mais de 60 minutos são cada vez menos freqüentes, a Anac concluiu que o momento é adequado para ampliar a visão sobre o nível de impontualidade do setor de forma gradual, até chegarmos ao padrão internacional de 15 minutos.