Enem pode ser usados no critério de seleção para 1º emprego

Agência Brasil

BRASÍLIA - No ano em que comemora 10 anos de criação, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) traz uma novidade. Até o fim do primeiro semestre, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pretende disponibilizar uma plataforma virtual com os dados de desempenho dos participantes do exame. A ferramenta - chamada de Mundo Trabalho - poderá ser utilizada por empresas para seleção de candidatos para estágio ou primeiro emprego.

A novidade foi anunciada pelo diretor de avaliação da educação básica do Ministério da Educação (MEC), Amaury Gremaud, em entrevista à Agência Brasil. Só farão parte do banco de dados os participantes que autorizarem a divulgação de informações no questionário socioeconômico que é preenchido durante a inscrição para o exame.

- Guardadas as devidas proporções, será algo semelhante à Plataforma Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) [que disponibiliza os currículos acadêmicos de pesquisadores]. Estamos em processo de homologação e aprovação - afirmou Gremaud.

A ferramenta será uma espécie de currículo online contendo a radiografia do desempenho do aluno no Enem, além de dados socioeconômicos e outras informações que o inscrito queira disponibilizar.

- Começaremos já com a divulgação dos resultados dos participantes de 2007 - apontou Gremaud. O acesso ao sistema será limitado às empresas interessadas. - Não seria aberto para qualquer um, as empresas teriam uma senha - explicou.

De acordo com o diretor-geral do Enem, Dorivan Ferreira Gomes, algumas empresas já utilizam informalmente os resultados do Enem para selecionar candidatos ou conceder bolsas de estudo.

- Agora nós vamos formalizar isso - afirmou.

As inscrições para a edição 2008 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começam em 5 de maio e vão até o dia 30 do mesmo mês. As provas serão aplicadas em 31 de agosto em cerca de 1,4 mil municípios. De acordo com o diretor-geral do Enem, a expectativa é que participem dessa edição pelo menos 3 milhões de estudantes.