Chinaglia quer perícia da Polícia Federal sobre vazamento de gás

JB Online

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), anunciou que pedirá uma perícia da Polícia Federal para identificar as razões do vazamento de gás ocorrido hoje no Departamento Médico da Casa.

O incidente levou à suspensão dos trabalhos de todas as comissões técnicas e à interdição dos Anexos 2 e 3 da Casa. No Anexo 3 ficam gabinetes de diversos parlamentares, além do departamento médico, e outros serviços. Já no Anexo 2 estão instaladas as comissões técnicas, as secretarias das comissões, assessorias parlamentares de ministérios, a biblioteca e outros órgãos.

Segundo Chinaglia, ainda não se conhecem as causas do vazamento e quais gases teriam vazado: 'Uns falam que é enxofre e outros, amônia'. Ele informou aos parlamentares que a concentração dos gases já estava "bastante" reduzida. E que ontem foram colocados dois novos equipamentos que utilizam gases no laboratório de análises clínicas do Departamento Médico, no subsolo do Anexo 3.

A empresa, acrescentou, informou que não há relação entre o vazamento dos gases e os equipamentos, "mas ela vai ser chamada aqui para verificar se tem a ver ou não".

Com informações da Agência Brasil