Alemã é presa com cocaína no aeroporto de RN

JB Online

NATAL - Na noite deste sábado, a Polícia Federal do Rio Grande do Norte prendeu uma alemã no Aeroporto Internacional Augusto Severo acusada de tráfico internacional de drogas.

Por volta das 19h40, agentes da Delegacia de Polícia de Imigração (Delemig) procediam o embarque de passageiros que se destinavam a Portugal quando o raio X acusou algo não identificado na bagagem da garçonete alemã Monika Ilade, 44 anos. Ao ser aberta e revistada na presença de testemunhas, os policiais encontraram na mala, dentro de sacos plásticos envoltos em papel carbono e protegido por folhas de papelão, 3,39 kg de cocaína pura que haviam sido enrolados em lençóis de modo a parecer que a embalagem transparente continha no seu interior apenas roupa de cama.

Presa em flagrante, a acusada declarou aos agentes ainda no aeroporto, que estava vindo de São Paulo e seu destino final seria Amsterdã, na Holanda. Levada para a Superintendência da Polícia Federal, onde permanece custodiada à disposição da Justiça, Monika, falando em inglês, recusou-se a fornecer qualquer informação ao delegado plantonista, alegando, entre outras coisas, que "estava exausta e com dificuldade de raciocínio", por isso se reservava ao direito de permanecer calada e só falar em juízo.

Monika Ilade é a primeira estrangeira e a 15ª pessoa presa pela Polícia Federal em 2008, acusada de tráfico de drogas, aumentando para 13 kg o total de cocaína apreendida somente este ano no Aeroporto Augusto Severo.