Governo apresentará proposta para fim da greve de auditores fiscais

Agência Brasil

SÃO PAULO - O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, afirmou nesta sexta-feira, que o governo vai apresentar até o início da semana que vem uma proposta de melhoria das condições de trabalho aos auditores fiscais, em greve desde a terça-feira da semana passada.

- Vamos apresentar nesta semana, no máximo até segunda-feira, uma proposta para a categoria - disse.

Em entrevista coletiva concedida na sede da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio), Lupi não detalhou as melhorias que serão oferecidas aos trabalhadores, mas afirmou que acredita que elas serão bem recebidas.

- Tenho certeza que a categoria terá a sensibilidade de, recebendo a proposta oficial, com prazos, com tudo o que eles estão reivindicando - pode não ser do valor que eles reivindicam, encerrar a greve - afirmou.

Com a proposta concreta, a situação de greve será resolvida até no máximo semana que vem. Os auditores fiscais pedem equiparação com os salários pagos na Polícia Federal e na Advocacia-Geral da União. Hoje, um auditor fiscal da Receita tem salário inicial de R$ 10.155. No fim da carreira, o valor pode chegar a R$ 13.382. Eles reivindicam também a contratação de mais servidores para composição do quadro de funcionários da Receita. Segundo Lupi, um concurso para seleção de 3 mil trabalhadores já foi aprovado pelo Ministério do Planejamento.