Especialistas discutem inclusão de presos em programas educacionais

Agência Brasil

BRASÍLIA - Especialistas e autoridades brasileiras e de outros 16 países da América Latina discutem nesta quinta-feira e sexta-feira a inclusão da população carcerária em programas de educação.

O Encontro Regional da América Latina de Educação em Prisões é promovido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), pelos Ministérios da Educação e da Justiça e pela Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI).

A abertura do evento está marcada para as 9h30. Entre os temas que serão discutidos estão a inclusão de presos em programas educacionais e a extensão desse benefício a suas famílias e aos profissionais que trabalham nos presídios e o direito a voto.

Participam do encontro representantes da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Equador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.