Presidente do Senado critica número excessivo de MPs

Agência Brasil

BRASÍLIA - O presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho, criticou nesta quarta-feira o número excessivo de medidas provisórias enviadas ao Congresso pelo governo. Ele pediu à bancada de seu partido, o PMDB, que ajude os demais partidos da base na Câmara e no Senado a votar as medidas provisórias que trancam as pautas.

-Temos a responsabilidade de ser a maior a bancada da Câmara e do Senado, mas de que adianta isso se temos um Congresso pequeno e aviltado, sem ter a independência de pautar o que deseja - disse Garibaldi ao comentar o trancamento da pauta por medidas provisórias, que impede a votação de outras matérias de interesse da população.

Segundo Garibaldi, se a pauta não for destrancada, será muito difícil votar a reforma tributária neste ano.