Servidores da saúde fazem ato para cobrar compromissos do governo

JB Online

RIO - Cerca de dois mil servidores públicos federais, reunidos pela Confederação Nacional dos Servidores Públicos (Condsef), fizeram nesta terça-feira uma manifestação em frente ao Ministério da Saúde. O objetivo foi chamar a atenção do governo para as reivindicações de diversas categorias da área da saúde. Entre as principais reivindicações está a transformação da indenização de campo, um adicional recebido por servidores quando exercem suas atividades na zona rural, em gratificação para todos aqueles que trabalham em atividades de combate às endemias, seja na área rural ou na área urbana, independentemente do cargo que ocupam. De acordo com o presidente da Condsef, Josemilton Maurício da Costa, o valor da gratificação que eles querem que seja agregado aos vencimentos dos servidores que atuam no combate à endemias como a dengue e a febre amarela, é de R$ 600. Nesta quarta-feira, às 9h, chegam a Brasília servidores de vários estados para cobrar do governo o cumprimento integral de acordos e compromissos firmados. Os servidores querem também que os reajustes de várias categorias, que já foram acertados com o governo, sejam enviados ao Congresso Nacional, por meio de medida provisória e não por via projeto de lei. Com informações da Agência Brasil.