PSDB e PPS anunciam que vão manter obstrução

Agência Câmara

BRASÍLIA - O líder do PSDB na Câmara, deputado José Anibal (SP), afirmou que seu partido não vai interromper a obstrução iniciada na semana passada como protesto pelo excesso de MPs editadas pelo governo. Ele participou nesta terça-feira pela manhã de reunião dos líderes de oposição com o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, para discutir um acordo sobre a votação das MPs que trancam a pauta. Participaram da reunião, além de Anibal, os líderes do DEM, Antônio Carlos Magalhães Neto (BA); PPS, Fernando Coruja (SC); e da Minoria, Zenaldo Coutinho (PSDB-PA).

Anibal afirmou que a decisão de seu partido e do PPS é não interromper a obstrução hoje. Ele reconheceu, no entanto, o esforço de Chinaglia para buscar um acordo que concilie as necessidades do governo e os interesse do Congresso.

O líder do PSDB disse, no entanto, que é evidente o número de MPs sobre assuntos que não são urgentes. Anibal ainda lembrou que a oposição ainda não recebeu resposta sobre sua reivindicação de reservar um período do primeiro semestre para a votação de propostas com temas de interesse da sociedade, como segurança e meio ambiente.

Os líderes voltam a discutir um acordo hoje em reunião marcada para as 14h30 no gabinete da Presidência da Câmara.