Garibaldi diz que será criada CPI do apagão educacional

JB Online

RIO - O presidente do Senado, Garibaldi Alves, disse nesta terça-feira que está na hora de instalar uma comissão parlamentar de inquérito para avaliar o sistema de ensino brasileiro. A afirmação foi feira durante a reunião em que a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) discutiu a reforma educacional da Espanha e do Brasil.

Garibaldi disse também que se sente permanentemente desafiado pelo senador Cristovam Buarque (PDT-DF).

-Cristovam me disse que está na hora de instalar nesta Casa uma CPI positiva, que não fale só dos nossos males e mazelas, mas que fale dos nossos acertos e investigue as nossas falhas no sistema educacional. É a CPI que vai investigar o apagão intelectual que tomou conta do país. Essa CPI precisa ser instalada - disse.

Garibaldi Alves também afirmou que, mesmo que o Senado mantivesse em funcionamento dez CPIs, ele não deixaria de cumprir esse compromisso com Cristovam Buarque.

- Nessa CPI teremos a oportunidade de fazer com que a educação seja passada em revista. Teremos a oportunidade de nos aprofundarmos no debate da educação, porque muitas vezes só uma CPI permite isso - declarou ainda.