Ibama encontra 5 mil toras de madeira enterradas

JB Online

MANAUS - Madeireiros da região amazônica, fiscalizados pela operação Arco de Fogo, estão escondendo o excedente ilegal de madeira para burlar a fiscalização, segundo informou o coordenador do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na operação, Bruno Versiani. Ele disse que já foram desenterradas 5 mil toras de madeiras nobres.

-Foram detectadas quatro madeireiras escondendo madeira debaixo do pó de serragem ou mesmo enterrando as toras - revelou Versiani.

Desde 26 de fevereiro, data do início da Arco de Fogo - operação que envolve o Ibama e a Polícia Federal - 16 madeireiras foram autuadas e R$ 19 milhões em multa aplicados.

Foram apreendidos 22 mil netros cúbicos de madeira e destruídos 37 mil fornos de carvão na operação conjunta para combater a exploração ilegal de madeira na área que engloba municípios do Pará, Rondônia e Mato Grosso. Até agora, a quantidade total de madeira apreendida é suficiente para encher mil caminhões.

O coordenador do Ibama ressalta que, das 16 madeireiras autuadas, quatro foram completamente desmontadas.

-A avaliação é muito positiva porque estamos levando a coisa até o fim, até o desmonte, a punição não fica ligada apenas à multa - avaliou.

O material apreendido é levado para a Secretaria de Fiscalização do Meio Ambiente do Pará. A operação ainda não tem data para acabar.