SP: Marginal Tietê terá corredor alternativo

Portal Terra

SÃO PAULO - A Empresa Municipal de Urbanização (Emurb) abriu oito concorrências públicas para realizar obras para melhorar o trânsito de São Paulo. Dentre os empreendimentos estão um corredor alternativo na Marginal Tietê, no sentido Castello Branco, e uma ponte na Marginal Pinheiros. Segundo a Emurb, o valor total das obras é de R$ 20 milhões.

O corredor da Marginal Tietê funcionará como a Marquês de São Vicente, que é uma opção para os motoristas que trafegam no sentido Ayrton Senna, entre a rodovia Anhangüera e a rodovia Presidente Dutra, com um investimento estimado em R$ 3,3 milhões. A ponte da Marginal Pinheiros será construída na região do parque Burle Marx, e vai custar R$ 3,2 milhões. A abertura das concerrências foi publicada ontem, no Diário Oficial de São Paulo.

Outros empreendimentos serão: o ramal Lineu Paula Machado no túnel do Rio Pinheiros (R$ 3 milhões); ligação viária entre o túnel Ayrton Senna e a avenida 23 de Maio (R$ 3 milhões); dois viadutos na avenida Santos Dumont sobre a avenida do Estado (R$ 1,5 milhão); anel viário na represa do Guarapiranga (R$ 2,7 milhões); passagem inferior na avenida Tiradentes sobre a rua Ribeiro de Lima (R$ 1,9 milhão); e um viaduto e complexo viário para interligar as avenidas Aricanduva e Ragueb Chohfi.

A abertura dos envelopes entregues para licitação será entre os dias 5 e 8 de maio. Após a divulgação do resultado, a empresa vencedora terá dez meses para executar o projeto.

A Secretaria Municipal de Transportes também anunciou que vai aumentar o número de fiscais de trânsito, visando melhorar o fluxo do tráfego. A SMT também deve divulgar 175 rotas alternativas, retirar valetas e lombadas de vias e proibir o estacionamento em vias movimentadas durante horário de pico.