Policiais rodoviários chegam a acordo com governo

Agência Brasil

BRASÍLIA - Terminaram no fim da tarde desta quarta-feira as negociações entre entidades de classe dos policiais rodoviários federais e o secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira. A categoria aceitou as propostas apresentadas pelo governo.

- Chegamos a um acordo, finalmente. Dos 46% pedidos pela categoria, o governo nos apresentou a proposta de 30%, que foi assinada por nossa mesa de negociação - disse o coordenador financeiro da Comissão Nacional de Greve, Marcos Kadur Rosa Pires.

Segundo o coordenador, as outras reivindicações também foram atendidas.

- Nível superior para acesso à carreira de policial rodoviário federal e as 3 mil vagas para novos policiais rodoviários federais, mesmo sabendo que nós pedimos 10 mil.

Pelo acordo, os policiais rodoviários, que ingressam na carreira recebendo cerca de R$ 5 mil, passam a receber aproximadamente R$ 6,6 mil.

Ainda não há data para que o reajuste entre em vigor. O governo, segundo Kadur, quer que o reajuste tenha início em novembro deste ano. A categoria, entretanto, pretende negociar para que a medida comece a vigorar antes dessa data.

O coordenador financeiro da Comissão Nacional de Greve afirmou que a categoria faria paralisação caso o governo não apresentasse uma proposta que considerasse "razoável" ainda nesta quarta-feira, véspera do início da Operação Semana Santa.