Programa Primeiro Emprego capacitará 2 mil jovens no Distrito Federal

Agência Brasil

BRASÍLIA - O Ministério do Trabalho e Emprego oferecerá cursos gratuitos a 2 mil jovens do Distrito Federal, com o objetivo de prepará-los para o mercado de trabalho. As inscrições começaram na última segunda-feira e terminam nesta sexta-feira. Para portadores de deficiência, as inscrições foram prorrogadas até o próximo dia 22.

Os cursos fazem parte do Programa Nacional de Estímulo ao Primeiro Emprego (PNPE). Para concorrer a uma vaga, os candidatos devem ter de 16 a 24 anos, ensino médio concluído, ou estar regularmente matriculado. Além disso, a família deve ter renda per capita de até meio salário mínimo e o jovem não pode ter vínculo empregatício.

Os cursos começam no próximo dia 24 e os jovens receberão ajuda de R$ 120 mensais.

Segundo o presidente do Instituto Educacional e Profissionalizante de Pessoas com Deficiência do Brasil (Icepe), Sueide Miranda Leite, das 2 mil vagas abertas, 800 são para pessoas com deficiência, jovens de 16 a 24 anos.

- Prorrogamos as inscrições para deficientes porque eles enfrentam a questão da inacessibilidade.

Segundo Sueide, o Distrito Federal tem 56 mil pessoas com deficiência auditiva. Ele lembrou que as empresas que têm mais de 100 funcionários, são obrigadas a contratar de 2% a 5% de portadores de deficiência.

Sueide informou que cerca de 250 vagas para deficientes serão abertas pelas empresas, que já colocaram mais de 150 vagas à disposição dos participantes do projeto.

- A questão dos jovens deficientes terminou com o processo facilitado, já que estarão conseguindo o tão sonhado emprego.

De acorco com ele, o programa pretende resgatar o jovem que nunca trabalhou, com vulnerabilidade social, para que possa aprender uma profissão e entrar no mercado de trabalho.

- Nós sabemos que no Brasil as empresas rejeitam os jovens por não terem experiência.

Os cursos terão duração de cinco meses, incluindo estágios, e envolverão as áreas de comunicação e prática administrativas, informática, telemarketing, beleza, estética, técnicas em vendas, fabricação e manutenção de cadeira de rodas, corte e costura.