Marta: Condoleezza deve fazer propaganda do Brasil

Portal Terra

SALVADOR - A ministra do Turismo, Marta Suplicy, disse que a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, afirmou que irá fazer propaganda do Brasil como destino turístico.

- Os americanos afro-descendentes têm um enorme interesse em visitar suas raízes aqui no Brasil por ter outros atrativos como as belezas naturais - explicou Marta.

O governador da Bahia, Jacques Wagner, pediu a ajude de Rice para que mais vôos diretos dos Estados Unidos cheguem a capital baiana.

- Ela foi tocada no pensamento e no coração. Ela ficou muito encantada e a todo momento queria aprofundar o conhecimentos sobre o que estava vendo - comentou.

A secretária americana permaneceu pouco mais de 18 horas na capital baiana e conheceu, na manhã de hoje, um pouco do Pelourinho, centro histórico da cidade. Ela visitou a Igreja Nossa Senhora dos Homens Pretos, onde se empolgou com o som da percussão e das canções no ritmo africano do ijexá.

Condoleezza conheceu projetos sociais mantidos pela Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba) com apoio do governo americano, assistiu a apresentação do grupo Bagunçaço e se arriscou a tocar um chocalho feito de material reciclado.

- Vejo as muitas caras, as muitas culturas do Brasil. Cada vez mais acho os Estados Unidos parecido com o Brasil. Estou orgulhosa de os Estados Unidos terem uma aliança tão forte com o Brasil e com a Bahia - disse ela em seu único pronunciamento oficial.

Com forte esquema de segurança, Condoleezza percorreu a pé cerca de 200 m pelas ruas do Pelourinho e, quando chegou ao Museu Afro, foi recebida pela percussão da Banda Olodum. Ela aplaudiu os ritmistas e acenou para o pequeno número de pessoas que acompanhavam a movimentação. A visitação ao Museu durou pouco mais de 5 minutos e ela partiu em direção à Base Aérea de Salvador em direção a Santiago do Chile.