Justiça solta adolescente presa em cadeia masculina em Goiás

Agência Brasil

GOIÁS - A adolescente que estava presa na Cadeia Pública de Planaltina de Goiás, que fica na região do entorno do Distrito Federal, foi liberada ao final da tarde desta sexta-feira.

Ela ficará sob responsabilidade de uma guardiã nomeada pela Justiça, e não com a família.

Ela foi presa no dia 28 de janeiro, após cometer um ato infracional análogo a roubo em uma farmácia. Agora, vai responder pela ocorrência em liberdade.

A decisão foi anunciada pelo juiz Lucas Mendonça Lagaris, após ouvir, por cerca de uma hora e meia, o depoimento da adolescente e da mãe dela, em audiência no fórum de Planaltina.

Apesar de ser uma cadeia ser masculina, a adolescente estava presa em uma cela com outras três mulheres adultas. A cadeia tem capacidade para 49 presos, mas abriga hoje 110.

Os juiz garantiu que as quatro não tiveram sequer contato visual com os presos homens e que tomavam banho de sol em horários separados.

Até esta sexta-feira, a cadeia também abrigava outros três adolescentes homens. De acordo com o juiz, um deles foi tranferido hoje para o centro de internação de menores em Luziânia (outra cidade do entorno do Distrito Federal).

- Os outros dois foram entregues aos responsáveis - acrescentou Lagaris.