Chuva provoca danos em 72 municípios de Minas

Portal Terra

SÃO PAULO - A cidade de Baependi, a 380 km de Belo Horizonte, ainda sofre com os danos provocados pela chuva da última quarta-feira em Minas Gerais. A cidade comunicou os estragos à Defesa Civil Estadual na noite de ontem. Baependi é o 54º município a sofrer danos com a chuva desde outubro do ano passado. Outros 18 decretaram situação de emergência.

A quantidade de chuva provocou o transbordamento do rio Baependi e a inundação de várias residências. A enxurrada também derrubou muros, provocou o deslizamento de terra e a danificação de vias pavimentadas. Os bairros mais afetados foram Marcelino Alves Ferreira, São Cristóvão, Ponte, Lava Pés, Lavrinha, Serra Santa Maria e Centro.

Segundo a Defesa Civil Estadual, não houve registro de danos humanos, somente danos materiais e o Executivo ainda não decretou situação de emergência.

A cidade de Cabo Verde também sofre com a chuva. Na zona rural, aproximadamente 100 aves de um galinheiro foram levadas pelas águas e quatro açudes de criação de peixes ficaram cobertos por lama da inundação. Duas residências foram alagadas, mas não sofreram danos na estrutura física. Não há registro de pessoas desalojadas ou desabrigadas.

No total, 54 municípios informaram danos e prejuízos com as chuvas desde outubro. No mesmo período, 18 cidades já decretaram situação de emergência. Dez pessoas morreram, sendo as duas últimas em Coroaci, na região do rio Doce. Vanilda Alves da Silva, 31 anos, e Daiane Alves da Silva, 7 anos, foram soterradas por um desabamento.

O número de desabrigados em todo o Estado chega a 1.639 e o de desalojados soma 1.187. Cesimar Onesi Fernandes, 26 anos, que foi arrastado juntamente com outras 13 pessoas pela enchente, permanece desaparecido. Trinta pessoas ficaram feridas e outras 16,4 mil foram afetadas.