Quarta-feira de cinzas tranqüila nos aeroportos, segundo Infraero

Agência Brasil

BRASÍLIA - O primeiro dia de retorno do carnaval foi de tranqüilidade nos aeroportos do país, de acordo com a Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero). Em nota, a empresa considerou baixo o índice de atrasos registrado nesta quarta-feira. Dos 1.385 vôos programados da meia-noite da última terça-feira até às 18 horas desta quarta-feira, 49 vôos (3,5%) tiveram atrasos superiores a 60 minutos e 45 (3,2%) foram cancelados.

A companhia com maior número de atrasos foi a Ocean Air. Cerca de 15% dos seus 94 vôos apresentaram alteração de horário de mais de uma hora. As empresas TAM e Gol tiveram atuação semelhante no cumprimento dos horários de saída e chegada dos vôos, com 1,7% e 2,2% de vôos atrasados, respectivamente.

Nesta quarta-feira, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deu início à segunda etapa da Operação Carnaval 2008, que prossegue até o próximo domingo para resolver problemas que possam atrasar ou impedir o embarque de passageiros durante o feriado prolongado.

A ação dos cerca de 260 servidores será concentrada nos aeroportos do Rio de Janeiro (RJ), Salvador, de Recife, Florianópolis, Natal, Fortaleza e Porto Alegre, onde há previsão de maior número de embarques por terem sido locais de destino dos foliões e turistas na saída do carnaval. Os terminais de Congonhas (SP), Guarulhos (SP) e Brasília, que servem de interligação para várias rotas aéreas do país também estão incluídos na operação.

O principal foco da atuação será no check-in das companhias aéreas. Segundo a agência, a operação realizada no período de Natal e Ano Novo detectou que 70% dos problemas ocorridos no embarque estavam ligadas à identificação do passageiro ausência de documentação ou documentos irregulares, inclusive de menores de idade.

A primeira etapa da operação, realizada da quarta-feira passada até o último sábado, abrangeu aeroportos de Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Galeão (RJ), Brasília e Porto Alegre, que concentram cerca de 80% do tráfego aéreo do país onde era esperado grande fluxo de saída de passageiros rumo a outros estados do país.

Um balanço dos números da primeira fase da operação será divulgado na próxima quinta-feira pela Anac.

A estimativa da Infraero é que o movimento nos aeroportos tenha aumentado 10% em relação ao carnaval do ano passado.