Sobe para oito o número de casos de febre amarela confirmados no DF

JB Online

BRASÍLIA - Subiu para oito o número de casos de febre amarela confirmados no Distrito Federal. A última confirmação, segundo a Secretaria de Saúde do DF, era de uma mulher não-identificada que passou a virada de ano em Pirenópolis (GO), no mesmo grupo de Graco Carvalho Abubakir, que morreu no último dia 8 com a doença.

Segundo o subsecretário de Vigilância em Saúde do DF, Joaquim Barros Neto, a mulher contraiu uma forma mais fraca da febre amarela e já se recuperou depois de se tratar com um médico particular. Para as autoridades de saúde do DF, a confirmação reforça a idéia de que Graco tenha contraído febre amarela na zona rural de Pirenópolis, mas o Ministério da Saúde inclui as matas do Distrito Federal como locais prováveis de infecção pela doença.

No DF, três pessoas morreram e cinco foram infectadas por febre amarela. Ainda assim, o subsecretário reforça que não há motivo para pânico.

De acordo com o Ministério da Saúde, há 19 casos confirmados da doença no país, com 10 mortes. O último óbito provocado pela febre amarela ocorreu na segunda-feira. Leandro Gonçalves Cruz, de 24 anos, morreu em Uberlândia (MG), mas há suspeita de que ele tenha sido infectado em Caldas Novas (GO), onde esteve a trabalho.

Com informações da Agência Brasil

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais