Leilão da usina de Jirau é marcado para maio

Agência Brasil

BRASÍLIA - O leilão de compra de energia elétrica proveniente da usina de Jirau foi marcado para o dia 9 de maio. O Ministério de Minas e Energia publicou nesta sexta-feira no Diário Oficial da União portaria determinando que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) realize o leilão. Jirau é a segunda usina do Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira, em Rondônia, e vai gerar 3.300 megawatts de energia. A Aneel vai elaborar o edital com as regras a serem seguidas pelas empresas distribuidoras de energia elétrica interessadas em participar do leilão, e também os Contratos de Comercialização de Energia no Ambiente Regulado (CCEAR). Os contratos deverão seguir a modalidade por Quantidade de Energia, com prazo de duração de 30 anos.

A energia terá que ser entregue a partir de 2013. As diretrizes do processo de licitação serão estabelecidas pelo ministério em portaria a ser publicada posteriormente. O Conselho Nacional de Política Energética ainda vai deliberar sobre a realização do leilão de Jirau.

O complexo de usinas do Madeira faz parte das obras previstas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O leilão da primeira usina, a de Santo Antônio, foi vencido pelo Consórcio Madeira Energia, em dezembro do ano passado. Santo Antônio, que fica a 10 quilômetros de Porto Velho, a capital do estado, será a primeira usina do complexo a gerar energia. Serão 3.150 megawatts. Jirau será construída a 130 quilômetros da cidade. As usinas do Madeira vão produzir a metade da energia gerada por Itaipu, a hidrelétrica mais potente em operação no mundo.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais