Iphan recebe peças furtadas do Museu da Inconfidência

JB Online

RIO - O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) recebeu hoje um ferro de passar do século 19 e uma piroleta - ornamento do terminal de encosto da cadeira - do século 18, ambos em bronze fundido, que faziam parte do acervo do Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), onde estavam expostos como exemplares característicos da época.

O homem que devolveu as peças preferiu não se identificar. Ele alega que os objetos foram furtados por seus pais, na década de 70, e que, ao tomar conhecimento da campanha do Iphan, decidiu devolver as peças ao local de origem.

A cadeira, que pertencia à Câmara de Sabará (MG), foi emprestada em 1972 para o Museu da Casa do Padre Toledo, onde está exposto sem piroletas. Há outra cadeira idêntica no Museu da Inconfidência, com os ornamentos. No museu, há também outro ferro de passar igual ao devolvido. Ele possui um compartimento interno, onde se colocava uma peça em brasa, e dois pegadores, pois a roupa era passada com as duas mãos. As peças estão no Iphan do Espírito Santo, onde foram entregues, e serão novamente integradas ao acervo do museu.

A campanha do Iphan pela recuperação dos bens procurados foi lançada em outubro de 2007, em cadeia nacional de televisão. Neste ano, o Iphan colocará banners em todos os aeroportos, alertando que é crime comprar e vender peças de arte ou antiguidades roubadas. O instituto também irá lançar um livreto com imagens e descrições das principais obras procuradas, para ser distribuído amplamente. As informações a respeito desses bens podem ser consultadas no site www.iphan.gov.br. Denúncias anônimas podem ser feitas pelo telefone (21) 22621971, pelo e-mail bcp-g [email protected], ou a partir do banco de dados online.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais