Advogados da União decidem entrar em greve a partir do dia 17

Agência Brasil

BRASÍLIA - O presidente do Fórum Nacional da Advocacia Pública Federal, João Carlos Souto, informou há pouco que os advogados da União, procuradores federais, do Banco Central e da Fazenda Nacional, e os defensores públicos da União decidiram iniciar greve no dia 17 (quinta-feira da próxima semana). Em assembléia realizada na Associação Nacional dos Procuradores da Previdência Social (Anpprev), eles discutiram reivindicações como o cumprimento de acordo com o governo que previa nivelamento salarial com os delegados federais.

O salário atual de um delegado federal é de cerca de R$ 20 mil e o dos advogados "corresponde à metade disso", disse Souto.

A assembléia também autorizou o Fórum a enviar representação sobre o descumprimento do acordo à Organização Internacional do Trabalho (OIT).