Lula diz que corte de gastos atingirá os três poderes

Agência JB

BRASÍLIA - O corte de R$ 20 bilhões no orçamento da União, uma das medidas para compensar a perda da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), atingirá os três poderes - Executivo, Legislativo e Judiciário - e assegurou que os investimentos nas áreas de saúde, educação e os programas sociais serão preservados, alertou nesta segunda-feira o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que garantiu que os programas sociais serão mantidos.

O presidente afirmou ainda que a educação é condição fundamental para que o Brasil dê um salto de qualidade. Segundo Lula, para que se torne uma potência, o país precisa investir muito em educação. Ele também citou metas do governo para a área de educação, como a instalação de 214 escolas técnicas, 48 extensões universitárias, três universidades e 450 creches, além de levar internet gratuita em alta velocidade para 55 mil escolas públicas até 2010.

Lula garantiu que o corte de gastos atingirá não só as contas do Executivo, mas também do Legislativo e Judiciário.

Além do corte, outras medidas tomadas pela equipe econômica para compensar a extinção da CPMF foram o aumento, em 0,38%, do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e da alíquota da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) dos bancos, que passou de 9% para 15%.