Polícia Rodoviária Federal diversifica operações de fim de ano

Agência Brasil

BRASÍLIA - Além de anunciar reforço para as operações de Ano Novo, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) dá inicio nesta sexta-feira a outros dois trabalhos nas rodovias que atravessam o Distrito Federal.

Em parceria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), uma campanha de combate ao tráfico de animais silvestres orienta os viajantes sobre a importância da preservação da fauna brasileira.

Outra iniciativa também prevista é a operação Sangue Bom , que visa a retirar do trânsito motoristas alcoolizados.

Motoristas que trafegam pela BR-020, principal rodovia da capital da República em direção ao Nordeste, irão receber panfletos da campanha 'Viagem legal é viagem sem mico' que alertam sobre crimes relacionados ao tráfico de animais. Segundo a PRF, as aves são as maiores vítimas do comércio ilegal.

- Os animais mais apreendidos em nossa região são papagaios e pássaros de uma maneira geral. Anfíbios e répteis também são comumente encontrados - disse o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Valter Mota.

Apenas em 2008, mais de 70 ocorrências relacionadas a crimes ambientais, incluindo tráfico de animais, foram registradas pela PRF nas estradas do DF. A maior parte dos bichos, segundo o inspetor, é negociada no Norte e no Nordeste e trazida de forma ilegal para as demais regiões do país.

- É muito comum as pessoas nesse período de viagens, principal as que vão para o Norte e o Nordeste, comprarem animais nas beiras das estradas e em locais ermos. Essas pessoas podem ser multadas e encaminhadas à delegacia por causarem um dano irreparável a nossa fauna - afirmou.

Mota enfatizou o rigor da Justiça para os responsáveis pelo transporte e comércio ilegal de animais.

- A legislação ambiental é muito rigorosa em relação a isso. Dependendo das circunstâncias, além de tráfico, há o agravante dos maus tratos. Já encontramos animais até dentro de pneus. A pessoa [responsável pelo transporte dos animais] é presa em flagrante e pode ser multada. Se for ligada a empresa, a situação é pior ainda e a multa é mais alta - disse.

Mais do que orientar, a operação denominada 'Sangue Bom' promete tirar de circulação parte dos motoristas que trafegam sob efeito de bebidas alcoólicas por três rodovias federais do DF.

- Essa é uma campanha de autuação e vai multar motoristas, que serão encaminhados para a delegacia caso se caracterize embriaguez - garantiu o inspetor sobre a operação que tem início previsto para as 21h de hoje.

Uma outra ação, paralela aos esforços para diminuir o alto índice de acidentes nas estradas registrado durante o feriado de Natal, foi iniciada ontem e tem como intenção fiscalizar os documentos de crianças em viagens de ônibus. Além da Polícia Federal, a Vara de Infância e da Juventude do DF participa da iniciativa.