Garcia elogia atuação da Venezuela na libertação de reféns

Agência Brasil

BRASÍLIA - O assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, disse nesta quinta-feira que foi uma decisão acertada do presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, autorizar a operação do governo venezuelano para a libertação de três reféns colombianos em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

As relações diplomáticas entre os dois países estão estremecidas desde que Uribe desqualificou Chávez como mediador para a libertação de reféns. Uribe alegou que a participação de Chávez punha em risco a segurança democrática da Colômbia e acusou o presidente venezuelano de manter contato direto com membros das Farc, o que romperia um trato entre eles.

- Acho que foi uma atitude de inteligência política do governo colombiano, que passou por cima de divergências que teve recentemente - disse Garcia, antes de embarcar para Caracas, capital da Venezuela, para se juntar ao grupo que testemunhará a operação de entrega dos reféns.

- Espero que isso possa se transformar em um ponto de reconciliação entre os dois governos - acrescenta.

Antes de viajar, Garcia reuniu-se com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio da Alvorada.