Caixa terá R$ 8,4 bi para financiar habitação por meio do FGTS

Agência Brasil

RIO - Para o próximo ano, os recursos para financiamento de habitação por meio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) terão um acréscimo de R$ 3 bilhões.

Na avaliação do vice-presidente de Atendimento da Caixa Econômica Federal, Carlos Borges, a decisão do Conselho Curador do FGTS de aumentar o orçamento do próximo ano significa um crescimento de 60% do recurso para aplicação no setor de habitação".

Borges salientou que a Caixa sai de um orçamento de R$ 5,6 bilhões para financiamentos de imóveis com recursos do FGTS para R$ 8,4 bilhões.

- No orçamento geral de habitação, saneamento e infra-estrutura, saímos de R$ 11,2 bilhões para R$ 18 bilhões. Então, é um crescimento fantástico.

De acordo com números fornecidos pela assessoria de imprensa da Caixa, as contratações de habitação nos programas financiados com recursos do FGTS alcançaram o número recorde de R$ 523 milhões, em novembro deste ano.

Esse valor representa cerca de 16,8 mil contratos para atendimento, em especial, ao segmento de baixa renda. De acordo com cálculos do banco, o valor contratado em novembro supera em 19% a média mensal de contratação registrada nos dez primeiros meses do ano.

Até o último dia 14 de dezembro, a instituição havia financiado, com recursos do FGTS, R$ 6,7 bilhões, atendendo a 245 mil famílias.