Votação da entrada da Venezuela no Mercosul fica para 2008

Agência JB

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, disse que a votação da entrada da Venezuela no Mercosul vai ficar para 2008.

Ele considerou positivo o convite do governo venezuelano para que deputados brasileiros acompanhem, no próximo domingo, o plebiscito que prevê, entre outros pontos, o direito a reeleições sucessivas para o presidente Hugo Chávez. - Acho que serve para dar informações à Câmara e à sociedade brasileira.

Com informações da Agência Câmara