Presidente do STF diz que crise aérea não acaba com passe de mágica

REUTERS

RIO - Depois de mais de um ano de crise aérea, a presidente do Supremo Tribunal Federal, Elen Gracie, inaugurou nesta segunda-feira, no Rio, o primeiro juizado de conciliação entre passageiros e empresas aéreas, e afirmou que os problemas no setor ainda não acabaram.

- A crise está menos aguda porque ela tem causas estruturais muito amplas. Não podemos imaginar que num passe de mágica ela se resolva. As autoridades estão tomando providências e nós do Judiciário estamos complementando com aquilo que cabe na nossa competência - disse a ministra a jornalistas, na inauguração do juizado especial de conciliação, no aeroporto Santos Dumont.

Segundo ela, ainda são registrados alguns atrasos e cancelamentos de vôo no país, mas o governo está tentando resolver o problema e organizar a malha aérea.

- As autoridades do poder Executivo já tomaram uma série de medidas que já esvaziaram bastante aquela crise inicial que vimos.