Carlos Lupi quer recursos do FAT para indústria naval

Agência JB

RIO - O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, informou nesta terça-feira que deverá pedir a liberação de recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para a indústria naval. De acordo com o ministro, o dinheiro sairia dos 40% dos recursos anuais do FAT que ficam com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), hoje aproximadamente R$ 165 bilhões.

A proposta deverá ser apresentada, em outubro, na próxima reunião do Conselho Deliberativo do FAT, que reúne representantes do governo e de centrais sindicais e empresariais.

- Os recursos [do Fundo de Marinha Mercante] não são pequenos para esse setor, mas devemos levar em consideração o potencial da indústria naval, principalmente com o aumento das encomendas da Petrobras há a necessidade de uma linha mais forte de investimento para esse setor, porque ele vai gerar mais empregos - disse o ministro.

De acordo com Lupi, em Niterói, município brasileiro que concentra a maior quantidade de trabalhadores com carteira assinada na indústria naval, o número de empregos saltou de 1,5 mil para 12,5 mil nos últimos cinco anos.

O ministro participou nesta terça-feira da Fenashore 2007, a feira de tecnologia naval e offshore que acontece até quinta-feira, dia 27 em Niterói, no Rio de Janeiro.