RR: advogado é acusado de fazer sexo com meninas

Portal Terra

RORAIMA - O advogado e escrivão do Tribunal de Justiça de Roraima, Raimundo Nonato Fernandes Moreira, 60 anos, foi preso em flagrante na noite de terça-feira em Boa Vista (RR), na companhia de três adolescentes com idades entre 14 e 15 anos. Os pais das meninas o acusam de manter relações sexuais com elas. Uma das garotas afirmou à polícia conhecer pelo menos 18 outras meninas que tiveram relações sexuais com ele.

A prisão foi feita por agentes do Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente e da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) após denúncia de familiares das três garotas, que registraram ocorrência no 1º Distrito Policial da cidade.

Segundo os pais das adolescentes, o advogado buscava as garotas na porta da escola onde estudavam, antes do início das aulas, e as levava para sua casa.

De acordo com a polícia, uma das garotas disse ter mantido relação sexual com o acusado e afirmou ter vendido sua virgindade por R$ 150. A jovem teria dito ainda que outra garota de 14 anos perdeu a virgindade com o suspeito, também por dinheiro.

A polícia investiga também a acusação de que o advogado teria tirado fotos e filmado os encontros.

A delegada Edneia Chagas confirmou a prisão em flagrante do advogado, mas, até agora, a acusação se refere às três garotas encontradas com ele. O procedimento se estendeu pela madrugada e o advogado foi detido sob suspeita de exploração sexual e corrupção de menores. Edneia acrescentou que a investigação vai continuar para verificar se houve realmente mais vítimas.

Os pais das garotas envolvidas no caso protestaram em frente à delegacia contra o acusado, exigindo que a polícia fizesse Justiça.