Caravana contra Transposição do São Francisco chega ao Rio

Agência Brasil

RIO - A Caravana contra a Transposição do Rio São Franscisco passou a segunda-feira em Belo Horizonte e chega nesta terça-feira ao Rio. Na capital mineira, os manifestantes encontraram-se com o governador Aécio Neves (PSDB) e com o presidente da Assembléia Legislativa, Alberto Pinto Coelho (PP).

Eles participaram, durante a tarde, de ato ecumênico na Igreja de São Francisco, na Lagoa da Pampulha. Nesta terça, o grupo chega ao Rio de Janeiro, onde tem encontro agendado, às 11h30, com o prefeito da capital, César Maia (DEM). Às 14 horas, participa de debate na Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

O objetivo da caravana é discutir a situação do semi-árido brasileiro e manifestar posição contrária às obras no Rio São Francisco. Os manifestantes vão percorrer 11 capitais.

Composto por 12 pessoas, entre especialistas e representantes de movimentos sociais, a caravana pretende ser "ação mais qualitativa do que quantitativa", avalia um dos coordenadores do movimento, Apolo Heringer Lisboa.

- O objetivo é levar a discussão para as autoridades políticas do nosso país. É preciso priorizar essa discussão nos governos e na Câmara [dos Deputados] - disse.

Na quarta-feira a caravana chega a Brasília, onde está marcada reunião com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ellen Gracie, e com o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PTSP). Além disso, o grupo pretende conversar com outros parlamentares.